Skip to content

Namorados Para Sempre – Crítica

23 junho 2011

 

Blue Valentine – EUA- 2010 – Direção: Derek Cianfrance – Elenco: Ryan Gosling, Michelle Williams, Faith Wladyka, John Doman – Duração: 114 minutos – Gênero: Drama – Avaliação: Muito Bom, apesar do título!

Enganado! Esta é a sensação que você terá ao assistir o filme pensando em mais uma comédia romântica água com açúcar. Traduzido para o público como Namorados Para Sempre (malditos tradutores e distribuidores), o filme dá a impressão de ser sobre o relacionamento de eternos namorados. Porra! Longe disto! O filme é literalmente um soco no estômago para os casaizinhos que vão ao cinema esperando ver uma história de amor a ser copiada. E veja como é feita a propaganda: na véspera dos namorados, é o filme “romântico” lançado. Se muitos casais foram assistir, puderam ter um Dia dos Namorados deprimente, dependendo da situação do casal. E por que o motivo disto? Vejamos a história abaixo:

Cindy (Michelle Williams) e Dean (Ryan Gosling) são casados há algum tempo e tem uma filha pequena, Frankie (Faith Wladyka). O casal passa por uma crise, que vai se aprofundando cada vez mais. Tentam então fazer uma pequena viagem para tentarem se unirem novamente, proposta por Dean. Em uma suíte de motel, eles parecem totalmente estranhos e inseguros quanto ao outro. A idéia não acontece como previsto e estoura de vez a crise do casal, que parece não conseguir mais seguir em um mesmo rumo. Durante estas cenas da crise, são mostrados os flashbacks do casal, desde as cantadas baratas de Dean até a vida meio louca de Cindy. Vemos as dificuldades deles enquanto namorados e as decisões que tomaram para chegarem aquele ponto, além dos detalhes que nos permitem entender um pouco mais as raízes da crise em que chegaram. Embora algumas cenas no início do namoro possam dar a impressão de ingenuidade, outras mostram os conflitos de cada um para tentarem ficarem juntos. Resumindo: de romântico o filme não tem nada, mas de realista, totalmente! A crise enfrentada pode ser identificada por vários casais que pensavam em assistir um filme de romance e saem com outra impressão. De outra forma, é um meio para se fazer uma avaliação do relacionamento e verificar o que é preciso fazer para que não se chegue ao ponto onde chegaram Cindy e Dean. Destaque para as cenas sem diálogos, que parecem meio que ensurdecedoras, diante a situação do casal. Nestas horas, o silêncio é a pior coisa. E a conversa quando iniciada, logo vira discussão! A atuação de  Michelle Williams lhe rendeu uma indicação ao Oscar. Mas também o papel de Ryan Gosling é muito bem interpretado. Confira o trailer abaixo e vá assistir, mas tendo ciência, agora, que se trata de um drama, nem sempre tão bem explorado pelo cinema em outras oportunidades.

LClarindo ,que não tem mais crises desde 2009!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: